É comum a associação do uso do protetor solar aos momentos de lazer como férias, praia e piscina, mas ele deve ser aplicado diariamente e não somente nos momentos de diversão. E não basta apenas “passar” o produto, ele precisa ser aplicado de forma correta.

Entre os principais erros está usar uma quantidade inferior a indicada, não reaplicar o protetor periodicamente, esquecer de passar em determinadas áreas do corpo que também são expostas ao sol e escolher um produto com fator de proteção solar (FPS) menor do que o recomendado. A COLIPA (European Cosmetic, Toiletry and Perfumery Association) e o FDA (Food and Drug Administration) definem a utilização de 2 mg de produto por cm2, o que equivale a uma quantidade de produto, aproximadamente, igual dois grãos de feijão (para o rosto).

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) para o dia a dia deve se usar protetores com FPS 15 ou 20; e o FPS 30 ou superior é o ideal para uma exposição mais longa ao sol (piscina, pesca, praia, etc). O dermatologista Carlos Alberto de Queiroz Carvalho, ressalta a importância do uso de protetor solar em crianças. “A criança deve usar o protetor solar desde cedo, não prescrevo antes dos seis meses, porque a pele não está devidamente evoluída, mas deve se usar o protetor porque se evita o câncer de pele no futuro, usar nas partes mais afetadas face, pescoço e colo e braços”, afirma o dermatologista.

Se o FPS for 30, significa que o produto protege 30 vezes mais o tempo em que a pessoa se bronzearia. Quando a pele é exposta ao sol sem nenhuma proteção, leva um certo tempo até que a vermelhidão apareça. Por exemplo, se a pele levou 10 minutos para ficar vermelha, significa que, se ela estivesse usando um protetor solar com FPS 30 ela poderia estar protegida por 300 minutos, ou seja, 5 horas. É importante ressaltar que durante esse período a pessoa transpira, passa as mãos no rosto, se mexe. Por isso, o recomendado é a reaplicação do protetor a cada 2 horas.

As áreas descobertas do corpo mais propensas a exposição e que devem receber atenção especial para a aplicação do protetor solar são: rosto, principalmente o nariz; o colo, região do decote e do pescoço e os ombros e braços. A medida recomendada de protetor é a proporção de uma colher de chá para cada uma das áreas citadas.  Além de usar o protetor solar, procure complementar com alguns itens importantes: como óculos de sol que proteja contra as radiações UVA e UVB para os olhos e um chapéu com aba larga. Já para proteção do pescoço, cabeça e rosto, pode-se utilizar chapéus de aba circular, de preferência que cubram as orelhas e a nuca.